Blog

Acompanhe muito mais da Radiograf em nosso blog

Os tratamentos odontológicos estéticos conseguem modificar a coloração dos dentes, transformando o visual dos pacientes. Isso corresponde à necessidade de muitas pessoas que sonham com um sorriso perfeito.

Mas qual é a cor dos dentes ideal para cada um? Qual tonalidade indica que um sorriso é realmente saudável e natural? É preciso ter em mente que há variações de coloração de pessoa para pessoa e que um tom mais escuro nem sempre quer dizer falta de cuidados com a higiene ou maus hábitos.

Se você quer entender melhor sobre a cor dos dentes e como a Odontologia pode ajudar a transformar a estética do sorriso, acompanhe nosso post!

Uma característica capaz de afetar a estética e causar incômodo em muitas pessoas é o escurecimento do sorriso. Esse tipo de aparência pode provocar constrangimento social e comprometer a autoestima. Mas afinal de contas, quais são as principais causas de dentes amarelados?

Existem diversos fatores que removem o brilho e alteram a cor da dentição, sendo que a maioria está relacionada aos nossos costumes do cotidiano, como alimentação e higiene bucal ineficiente. Quer compreender melhor por que os dentes ficam amarelos e como prevenir o problema? Então continue lendo este conteúdo.

Se já é ruim sonhar com perda de dente, imagina se acontece de verdade? No entanto, se isso ocorrer, há uma solução para devolver o seu sorriso bonito. Os implantes dentários são indicados para pessoas que perdem o dente e a sua raiz, devolvendo a autoestima e proporcionando saúde bucal. Quem estiver prestes a passar por este procedimento, deve ficar atento e saber da importância de alguns cuidados essenciais, como o acompanhamento regular do dentista durante todo o processo.

Mas existem contraindicações para realizar o método? Se a pessoa apresentar problemas no coração ou diabetes, é necessário que essas doenças estejam controladas. Quanto à idade, recomenda-se ter, pelo menos, 17 ou 18 anos, para mulheres, e 18 a 19 anos, para homens. Isso porque a técnica só deve ser aplicada após o crescimento ósseo. Um cuidado muito importante é não fumar durante todo o processo, pois, além de outros fatores prejudiciais à cavidade bucal, este hábito aumenta a possibilidade de infecção e torna a cicatrização dos tecidos mais lenta.

Você conhece a estrutura dos seus dentes? Eles são formados pelo esmalte, a dentina e a polpa. Esses elementos precisam estar bem alinhados para um perfeito funcionamento do sorriso, caso contrário, acontecerá um desequilíbrio e problemas poderão acontecer. Exemplo disso é a sensibilidade dentária, que ocorre quando o esmalte do dente está enfraquecido, deixando a dentina exposta e desprotegida. Assim, os estímulos que recebemos de fora acabam gerando uma dorzinha chata e desconfortável, que atingem a polpa do dente - camada mais interna onde encontram-se os nervos e vasos sanguíneos. Mas você sabe como evitar esse quadro? A gente te explica!

A dor de dente pode ser uma verdadeira tortura. Além de trazer muito desconforto, ela conta com uma peculiaridade: muitas pessoas reclamam que ela pode piorar significativamente nos períodos mais frios do ano.

Alguns chegam até a procurar ajuda especializada para entender o que está acontecendo, mas os exames radiológicos não apontam nenhuma irregularidade. Nesses casos, a sensação é provocada por um cenário de sensibilidade nos dentes.

Se você quer entender mais sobre essa relação entre o frio e a dor de dente, então leia este post até o final. Vamos lá?

Junho é uma das épocas mais esperadas e deliciosas do ano. Mesmo em tempos de isolamento social, certamente você está preparando seu arraiá em casa e esperando pelo momento de curtir o clima de festa Junina e todas as comidas típicas. Mas como fazer isso sem prejudicar a saúde bucal?

Afinal, doces, são os principais causadores da cárie, inimiga número um da saúde bucal, domina as festas juninas. E tem opções para todos os gostos: arroz doce, canjica, cural, bolo de fubá, maçã do amor, pamonha, algodão doce, paçoca etc. É impossível de resistir!

Mas não precisa se desesperar, é possível curtir todos os sabores sem prejudicar seus dentes.

Quer saber como? Continue a leitura até o fim porque agora vamos contar quatro dicas incríveis e super simples que vão proteger seus dentes das delícias das festas juninas sem deixar de comer de tudo, é claro!

Dicas valiosas para você não perder tempo durante a escovação.

Finalmente, o grande dia chegou! É hora de tirar o aparelho ortodôntico e ver um novo sorriso… Mas espera aí, meus dentes ficaram machados, e agora?

Essa pode ser uma realidade nada agradável, mas que muitas pessoas podem passar na hora de ver o resultado final do tratamento ortodôntico. Porém, apesar do que muitos pensam, o uso do aparelho não mancha os dentes.

Mas, se a higiene durante o tratamento deixar a desejar, pode ter certeza de que a situação citada acima, vai acontecer com você. Aliás, umas das maiores reclamações dos pacientes é o tempo gasto durante a limpeza do aparelho, afinal, a atenção deve ser redobrada para alcançar cada cantinho dos dentes.

Enfim, é hora de economizar tempo durante a sua escovação e ter o sorriso perfeito no final do tratamento. Continue a leitura e aprenda como limpar o aparelho ortodôntico em pouco tempo.

A ortodontia tem evoluído constantemente. Hoje já são utilizados fios mais modernos nos aparelhos ortodônticos. Apesar deles não realizarem tanta pressão sobre os dentes, há pacientes que ainda sentem muito desconforto. Por isso, quem usa aparelho ortodôntico pode não se sentir tão confortável com as visitas ao dentista. Isso porque a dor durante e após a manutenção chega a ser quase insuportável para algumas pessoas. Mas existem maneiras de aliviar esse desconforto durante e no período pós manutenção. Então, nada de desistir do tratamento com uso do aparelho dentário. A dor faz parte do processo mas com o nosso post de hoje tudo pode melhorar.